Mudança versus Inércia

Todo o nosso interior está repleto de inércia. Temos uma tendência inata para resistir à mudança, do que advém a admiração pela originalidade, que significa, por sua vez, que alguém venceu a inércia e se mexeu o suficiente para inovar.
As mudanças que a minha vida tem sofrido, maioritariamente boas, pelo que não tenho razões para qualquer queixa, não deixam, contudo, de ser mudanças efectivas e profundas. Daí que nasça alguma ansiedade e que o sentido de responsabilidade que sempre tive tenha de ser agora aumentado e reforçado para o que há-de vir. É já daqui a cinco dias que se consuma um dos sonhos da minha vida: tornar-me escritor. Em alguns momentos, já me sentia como tal, mas de uma forma bem diferente desta. Uma coisa é sentir, outra é sermos reconhecidos como sendo algo de que nos orgulhamos. E isto não se traduz em falta de modéstia, mas sim num orgulho saudável que só nos traz felicidade e aos que nos rodeiam. No fundo, uma nova luz se acende na minha aldeia. A luz é o sonho, a aldeia o coração.

Sem comentários:

Vídeos sobre Covid-19 no canal Pista de Aterragem

O Pista de Aterragem, blog e canal de YouTube, foi transformado temporariamente numa plataforma de partilha de informações sobre o Covid-19....