Lista B e o resultado (des)igual

Hoje, após vários meses de entrega e de luta, a nossa candidatura às eleições do GDCB Afurada, a lista B, saiu derrotada. Embora soubéssemos das dificuldades que enfrentávamos, nunca desistimos e foi com grande bravura que nos batemos por um resultado positivo. 
Após a contagem dos votos, e num total singular e único na história do clube de 247 votantes, perdemos com 88 votos, bem abaixo dos 158 votos da lista de continuidade (1 voto foi considerado nulo). 
Gostava que desta candidatura que encabecei como candidato a presidente ficasse a recordação de um trabalho fantástico da nossa equipa. São pessoas extraordinárias, que sabem estar e sabem o que fazem, verdadeiros amigos e as pessoas ideais para se manterem ao nosso lado numa altura dura como esta. 
A todos os que votaram em nós um imenso obrigado. Tenho bem vívidas na minha mente as distâncias que percorreram, os esforços que fizeram, aqueles que chegaram atrasados ao trabalho, os que saíram de casa doentes... Considerem-se reconhecidos e saibam que não vou esquecer-me do vosso contributo. É fantástico saber que demos tudo e que conseguimos mover tanta gente e incomodar um poder há anos estabelecido, numa freguesia onde o bairrismo acaba por causar alguma aversão à mudança. 
Estaremos atentos daqui para a frente e não deixaremos morrer os nossos projectos. Eles existem para serem usufruídos pelas pessoas e nós sabemos que há muitas que merecem o trabalho que aplicamos e o desgaste que temos ao fazê-lo. Pelo menos, mais de 88...
Um grande obrigado a todos e... Vamos em frente! Como escrevi na manhã de hoje "só ganha e perde quem tenta; desiste quem não aguenta".
Isto foi só a primeira demonstração daquilo que somos capazes de fazer.

Orgulho

A noite nunca é escura de mais para pensar. Os pensamentos podem ser escuros de mais para a noite. Assim como as manhãs cobertas de nevoeir...