Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

Apresentados

A Ode Triunfal "sublinhada" a azul

Passamos grande parte do nosso tempo expostos a desgraças e amostragens gratuitas de violência. Os telejornais são o catálogo perfeito das atrocidades a que o mundo nos sujeita, mesmo que criminalidade seja uma estatística em diminuição ao longo dos séculos. Em horário nobre são transmitidos programas que exibem casais feitos à pressa, relações sexuais separadas do nosso olhar por um simples lençol ou comentadores desportivos que insultam os praticantes da modalidade.
Nada disto é um problema, mas a Ode Triunfal de Álvaro de Campos (Fernando Pessoa) sim. Hesitei em comentar uma estupidez desta dimensão, mas hoje, ao passear numa livraria suíça, comovi-me ao ver estampada na parede a seguinte frase: ““La littérature est la preuve que la vie ne suffit pas” - Fernando Pessoa”. 
Para alguém na Porto Editora não é assim. A literatura tem de ser censurada, porque Álvaro de Campos se deu à desfaçatez de escrever “ linguagem explícita e que se relaciona com a prática de pedofilia”. 
Claramente i…

Mensagens mais recentes

Guilherme e os Duendes

Keith Richards e o rock sentimental

Palavra de uma gravata

O perigo de ser um homem heterossexual

Surpresa

Receita Fascista

Métricas

Somos só isto

Pista de Aterragem

O amor mede-se, primeiro, no pouco

Um mar de aventuras

Cultura paga do lado certo

Ainda assim é Natal

É favor ler sem colete de forças

Dia do Pai e da Mãe

Chefe têm os índios

Animal

Onze anos

Manifesto "Não consigo"