So Pitch Bootcamp, Elmer Letterman e a preparação

O que são oportunidades? Eis uma questão que acompanha este acordar. Após a experiência de ontem no So Pitch Bootcamp, em Braga, fica mais próxima a ideia que sempre tive de que oportunidade é tudo, desde que estejamos prontos para isso.
"A sorte é quando a preparação encontra a oportunidade", disse Elmer Letterman, o que nos faz concluir que a oportunidade está à espera da preparação, da nossa preparação, para nos brindar com uma estrela, seja ela qual for.
Por isso, e depois da vitória de ontem no concurso de Escrita para Cinema, a consciência de que o trabalho e a persistência têm de ser a pá e a picareta de quem quer alcançar sempre mais está mesmo aqui dentro, quase a fazer-se mostrar à força.
Por agora resta procurar a oportunidade, esperando que apareça de qualquer dos recantos onde se esconde, e estar preparado para tudo!


Só se ganha no fim






A última semana foi extenuante! Palavras como "campanha", "votos" e "likes" dominaram as minhas conversas. Tudo isto porque a Conception proporcionou a oportunidade de cinco autores apresentarem as suas histórias à apreciação pública, prometendo como prémio a respectiva curta-metragem.
Foi duro, foi cansativo, tirou até horas de sono a quem considera o Facebook apenas mais uma ferramenta.
E sabem uma coisa?
Ganhámos! Juntos ganhámos! Conseguimos angariar mais de 2600 votos numa semana!
Tudo começou Sábado já de tarde e com um atraso de cerca de centena e meia de votos. No fim, o local até onde chegam os persistentes, os que aguentam a pressão, os que nunca desistem - como nós!- ficamos com o prémio e veremos o texto que escrevi, mas que agora pertence a todos os que o empurraram mais além, ser filmado!
Imaginam o que isto vale? E a vossa ajuda? Imaginam que preço tem? Não tem preço, pois é incalculavelmente reconfortante.
De Norte a Sul de Portugal, pelo Mundo fora, da família a perfeitos desconhecidos, todos juntos numa só causa, num caos de votos em catadupa.
Caos e Causas deve-vos o facto de agora ser história cinematográfica. Deve isso fundamentalmente a duas pessoas: à minha mãe Cristina e à minha namorada Filipa, verdadeiras leoas do voto que não se importaram de prescindir dos seus posts e partilhas para dispor o seu mural às minhas necessidades.
Se pudessem, teriam até devorado quem se interpusesse no meu caminho, pois dei com elas em alguns momentos mais focadas no objectivo do que eu! Imaginem!
Por fim, para que não me alongue porque hoje é noite de festa, um imenso obrigado a todos! Não se esqueçam de acompanhar o que aí vem! Se para alguns as vitórias são um fim, para nós são o princípio.
Prometo estar sempre convosco, sem vos apresentar gráficos ou números frios, mas oferecendo-vos sentimentos escritos!


O Papa diz "Adeus"




Nos anais na História, registado como o último Pontífice a resignar, ficará durante muito tempo Bento XVI. Joseph Ratzinger decidiu abandonar a responsabilidade acrescida que é gerir uma instituição tão grande, tão difícil e tão dúbia.
Ocorre a alguns dizer que se deveu a questões políticas. Outros afirmam que tal se proporcionou devido a problemas de consciência. Haverá ainda quem afirme que é pela saúde ou porque Deus o orientou nesse sentido.
Ignorando conclusões e esoterismos como os de Nostradamus e São Malaquias que agora voltaram a estar em voga, apetece-me dizer que este é o momento em que mais admiro o, ainda, Papa Bento XVI.
Se até aqui o achei demasiado conservador, muito embora o seu lado académico sempre tenha sobressaído pela positiva, é no momento em que ele é mais homem e menos pontífice que mais gosto dele.
Deve ser difícil renunciar a algo que se sonhou, pelo que se trabalhou ou até a uma posição que não sendo sonhada é verdadeiramente lisonjeira.
Ratzinger atingiu o topo da carreira na Igreja e quis descer. Será o único ex-Papa de que há memória (os outros foram há demasiados anos para alguém se lembrar) e será um homem da Igreja que, pela força das circunstancias ou pela sua vontade, vira as costas ao cargo de mais poder que há na Terra a seguir ao de Presidente dos Estados Unidos da América (!).
Cabe-nos agora questionar: estará assim tão mal aquilo no Vaticano que até quem manda queira de lá sair?
"Benedicto" sejas, Joseph, pela coragem. E bendito seja aquele que para lá vai.


Orgulho

A noite nunca é escura de mais para pensar. Os pensamentos podem ser escuros de mais para a noite. Assim como as manhãs cobertas de nevoeir...