Mensagens

A mostrar mensagens de Janeiro, 2007

Estágio de obstetrícia

Estagiar é, por si só , uma experiência única e, portanto , irrepetível . Viver quase um mês numa casa com nove rapazes é, também , uma aventura cheia de atritos , escorregadelas e algum , senão muito , desleixo . Fata -nos a mão feminina , a tão sonhada fada do lar . Mesmo assim , e apesar de todas as dificuldades que surgem , estejam elas relacionadas directamente com o estágio ou não , não deixa de ser muito agradável e surpreendente a forma como fomos recebidos no Centro Hospitalar do Alto Minho , EPE . As utentes não demonstram qualquer tipo de constrangimento , as enfermeiras tratam -nos como colegas que seremos e os bebés ... bem , a esses passamos despercebidos . Ou , pelo menos , por esses não seremos recordados . Este post poderia , portanto , ser um simples sorriso . Um sorriso alegre de quem estagia num serviço hospitalar que emana esperança por ( quase ) todas as enfermarias .

Três meses: o cor-de-rosa vence o negro

Por muito que pareça incrível, há dias em que escrever no Fiel Depositário não é propriamente a minha vontade. Com o passar do tempo e o meu blog prestes a fazer três anos o que, dentro deste pequeno grande mundo, é exorbitante, acresce a responsabilidade de o manter, o desejo de nunca o ver partir. E se de mim depender, assim será. Pois bem o meu primeiro post de 2007, um ano que augura, sem dúvida, grandes acontecimentos a todos os níveis vai para a data marcante que é hoje. Três meses. Em três meses é possível estabelecer uma enormidade de coisas, de participar numa infinidade de projectos, que é, afinal, o que tenho feito a minha vida toda. Mas nunca um como este. Deste, a relação afectiva mais séria, mais emocionante e mais reconfortante alguma vez vivida, depende a minha sanidade mental, dependo eu. Alguns diriam que exagero. Pois bem, é evidente que não morreria se algo acontecesse, mas todos os que alguma vez passaram por isto, todos os que viveram esta experiência ou mesmo n