Viagem Medieval à criança que cá tenho

A Viagem Medieval é ponto de visita anual. Com a predilecção que tenho por este género de temas, é sempre um prazer visitar Santa Maria da Feira por altura deste recuo temporal.
Devo dizer que, como nos outros anos, notei melhorias a nível da decoração e aumento no fluxo de visitantes e nas actividades de rua. A simpatia dos vendedores e actores, bem como a sua natural predisposição a participarem neste evento, sabe bem. É sempre bom ver corroborada a opinião de que quando queremos, conseguimos. O povo de Santa Maria da Feira faz exactamente isto: consegue. Melhor ainda, consegue todos os anos. E eu consigo marcar presença, desta feita com uma companhia diferente, mas nem por isso menos valiosa.
Por entre reencontros com afilhadas e novos conhecimentos com pessoas bem relacionadas -pronunciaram-se palavras como Câmara e Presidente…- lá chegou o Assalto ao Arraial. A torre ardeu, os telhados foram consumidos pelo fogo, mas a vitória foi dos defensores. No entanto, como vitórias absolutas é algo que nunca existiu, esta ficou manchada pela morte de uma das filhas da terra.
No final, o cansaço levou-nos bem guiados até ao carro. Como recordação, guardo aqui no quarto uma caneca grande e uma caneca de licor, bem pequena, que se fazem proteger por uma imponente espada de madeira com a inscrição D.Fernando. A criança que há em mim há-de viver tanto quanto eu.

2 comentários:

Daiana Braimis disse...

Adoro a Feira Mediaval! =D

Tb vou todos os anos! Uma vez participei mesmo, vesti-me de dama da época eheheh :) é magnífico o ambiente que se vive..

Beijos* Fernando

Sumystar disse...

podias ter aparecido no castelo e ter dito Olá

Vídeos sobre Covid-19 no canal Pista de Aterragem

O Pista de Aterragem, blog e canal de YouTube, foi transformado temporariamente numa plataforma de partilha de informações sobre o Covid-19....