Balanço emocional

Sim, estou em época de balanço emocional. E os valores pendem para as lágrimas de alegria, algumas, de tristeza, outras.
A frase de Chateaubriand que encabeça este blog diz tudo aquilo que sinto neste momento. Apesar de saber que não somos indiferentes uns aos outros, amigos de curso acabam, mais cedo ou mais tarde, pela ordem natural da vida, por se separar. Essa é esta hora. Iremos separar-nos, é certo, mas isso não muda aquilo que sentimos. Amigos. Para sempre.
Uns terão filhos e tratarão da sua família, outros prosperarão e serão reconhecidos, outros ainda terão problemas em lidar com os desafios que a vida nos traz. Este desafio, por exemplo, é muito duro para mim, que tenho, como dizem alguns, "um choro fácil".
No entanto, apesar de tudo isto ser difícil há algo que não podemos esquecer: estivemos aqui. Não estaríamos tristes se não tivéssemos tido o privilégio de nos conhecer e de viver os momentos inesquecíveis que vivemos.
Os ENEE's, os Enterros, as idas à Bruxa, as saídas para a praia, as bebedeiras... Alguns ficarão mais próximos, outros mais longe, mas de uma coisa todos podem ter a certeza: por terem mudado a minha vida, nunca serão esquecidos.
Obrigado!

Comentários

Krys disse…
Olé ENEE, oléeeeeeeeeeee...lol
N m eskeço...;)
Besssssito

Mensagens populares